Economia

Recuperação cíclica confirma aceleração do PIB em 2018

dez . 07

O PIB do 3º trimestre 2017 cresceu de 1,4% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior. Na comparação com trimestre imediatamente anterior a variação foi 0,1% devido à contração sazonal do PIB agrícola. De janeiro a setembro, PIB acumula aumento 0,6%. Houve revisão metodológica do PIB, reforçando expansão nos próximos trimestres. Mercado revisa PIB para alta. Prevemos maior tração e aceleração do PIB com expansão 1,1% em 2017 e 3,3% em 2018, vindo 0,9% e 3,0% antes.

O Investimento (FBKF) cresceu pela primeira vez depois de 15 trimestres de retração ou estagnação, com variação setorial disseminada; sinal de gradual retomada que impulsionará o PIB em 2018.

O Consumo das Famílias continua em alta com expansão de 2,2% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior. Na comparação com trimestre imediatamente anterior a variação foi 1,2%. Esse componente de demanda agregada (64% do PIB, 2016) continuará sendo o principal vetor de expansão do Produto, agora sem estímulo de ingresso de recursos do FGTS. Devido gradual recuperação do emprego e massa salarial, poder aquisitivo com inflação baixa, redução do endividamento familiar, melhoria orçamentária, queda das taxas de juros de financiamento ao longo de 2018, aumento da confiança. Além de reverter “demanda reprimida” durante  recessão. A Concessão Crédito Pessoa Física para bens de consumo está em alta há alguns meses.

 

Por Nicola Tingas – consultor econômico da Acrefi

Compartilhe!
error

Comente