Meu Dinheiro

13º Salário pode ajudar na criação da reserva de emergência

nov . 06

Até o dia 30 de novembro, grande parte dos trabalhadores com carteira assinada de todo o País devem receber a primeira parcela do 13º salário. Ficam de fora apenas os trabalhadores que foram demitidos por justa causa. A primeira parcela corresponde à metade, ou 50%, do salário bruto, já que os descontos virão apenas na segunda parcela, que deverá ser paga até o dia 20 de dezembro. 

O recurso é uma boa oportunidade para quem está endividado e quer começar o ano livre das dívidas. Mas quem está no time dos trabalhadores em dia com os seus pagamentos tem a chance de começar o ano ainda melhor, formando uma reserva de emergência, que pode ser a porta de entrada para o mundo dos investimentos.

“O mais difícil é começar um investimento, justamente porque não temos o hábito de reservar parte do salário para isso. Sempre esperamos para guardar o que sobra, por isso o 13º salário pode ser um bom início rumo à independência financeira”, comenta o educador financeiro, Cláudio Ferro.


Como começar
Mas se você é daqueles que não sabe por onde começar, a plataforma PoupaBrasil é a única especialista em renda fixa e a mais simples, já que com um único cadastro permite investimentos em várias financeiras.

É fácil e prática. Basta entrar na plataforma www.poupabrasil.com.br , fazer o cadastro e escolher as melhores opções em títulos de renda fixa (link). Lembrando que todas as aplicações são asseguradas pelo FGC – Fundo Garantidor de Créditos – mesma instituição que garante as aplicações feitas em Poupança e CDBs de grandes bancos.

Seu dinheiro rendendo e sem correr riscos. Um bom início para quem ainda não está familiarizado, mas sabe que já passou da hora de formar um patrimônio.

Compartilhe!
error

Comente