Meu Dinheiro

Fintechs em vez de bancos. É um bom negócio para quem deseja investir?

out . 03

Ausência de burocracia, isenção de tarifas, controle sobre as próprias aplicações e boa rentabilidade devem levar os brasileiros a buscar, cada vez mais, as plataformas digitais de investimentos. 

Há uma forte tendência de descentralização de serviços no setor financeiro. A chamada desbancarização está muito mais fundamentada nas transformações culturais do que na digitalização das empresas que atuam nesse mercado, segundo o especialista em educação financeira, Cláudio Ferro.

“As pessoas já mudaram a forma como consomem entretenimento, fazem compras, se locomovem nas cidades, se atualizam sobre o noticiário e até como pedem uma pizza. Por que elas devem investir do mesmo jeito?”, questiona. Nesse processo de mudança, o mais importante é que o investidor esteja à frente de sua vida financeira, fazendo àquilo que é melhor para o seu dinheiro e não para os outros”, avalia.

Fintechs como o PoupaBrasil se dedicam a envolver clientes na criação de novos modelos de participação, criação e distribuição de valor. “Os investimentos precisam representar uma experiência, em que a tecnologia existe para tornar tudo muito simples e acolhedor”, acrescenta.

Nos Estados Unidos, 80% do patrimônio dos investidores estão fora dos grandes bancos. Por aqui, com o maior acesso à informação e a melhora no nível de educação financeira dos brasileiros, milhões de investidores têm transferido seu dinheiro para fintechs, corretoras de valores ou outras instituições especializadas em soluções financeiras.

Esse movimento garante para as pessoas a possibilidade de criar uma carteira de investimentos – e até comparar rentabilidade -, de acordo com seus interesses e perfis, por meio de sistemas de fácil interação, presente na tela de um desktop, tablet ou smartphone.

No PoupaBrasil, aplicações com prazo de cinco anos, por exemplo, rendem até 130% do CDI (Certificado de Depósito Interbancário) – referência para renda fixa -, na modalidade LC pós-fixada, com isenção de tarifas e taxas de administração. Ou seja, combinam segurança do Fundo Garantidor de Crédito (FGC) e boa rentabilidade, superior à dos grandes bancos, considerando o mesmo tipo de aplicação.  

Conheça mais o PoupaBrasil, faça uma simulação e invista com a segurança e a garantia do Fundo Garantidor de Crédito (FGC).

Sobre o PoupaBrasil Investimentos – Somos uma fintech de investimentos, o único marketplace especializado em renda fixa no Brasil, que reúne instituições financeiras sólidas e oferecem investimentos com a garantia do Fundo Garantidor de Créditos (FGC) e registro dos títulos na B³. Criado há três anos, o PoupaBrasil tem por objetivo democratizar o acesso da grande maioria dos brasileiros a novas oportunidades de investimento, com excelente rentabilidade, independentemente do valor investido.

Compartilhe!
error

Comente